quinta-feira, 3 de novembro de 2011

PESQUISA CNI-IBOPE RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SEGURANÇA PÚBLICA OUTUBRO 2011

Mais da metade da população brasileira reprova as condições de segurança no País
Dentre os entrevistados, 51% consideram a situação da segurança pública no Brasil “ruim” ou “péssima”, enquanto 36% a consideram “regular”. Apenas 12% a avaliaram como “ótima” ou “boa”.
O percentual de respondentes que avaliaram a situação da segurança pública como “ruim” ou “péssima” chega a 58% entre os entrevistados residentes na Região Nordeste e 57% entre os residentes nas periferias das capitais brasileiras.

Percepção é que a segurança pública se deteriorou nos últimos três anos 

Apenas 15% da população brasileira percebe melhora na situação da segurança pública nos  últimos três anos. Para 37% a situação piorou e para 47% se manteve inalterada.
No caso das capitais, o percentual dos que percebem melhora (18%) é superior à média  nacional de 15%, mas o percentual daqueles que acreditam que a segurança pública piorou  (40%) também é superior à média nacional, que é 37%. Nas periferias, mais da metade (53%)  respondeu que a situação atual é a mesma de três anos atrás.
Mais uma vez, na região Nordeste há o maior percentual de avaliações negativas: 46% dos  entrevistados da região identificaram piora na segurança pública, mas a região, junto com  o conjunto do Norte e Centro-Oeste, tem 17% de seus residentes defendendo que houve  melhora da situação, ou seja, percentual superior à média nacional de 15%.



Avaliação das instituições
Forças Armadas e Polícia Federal são consideradas as instituições mais eficientes
No que diz respeito à eficiência das instituições públicas responsáveis direta ou indiretamente pela questão de segurança no país, há um claro reconhecimento do trabalho das Forças Armadas e da Polícia Federal e, no outro extremo, uma alta insatisfação com o Congresso Nacional e o Poder Judiciário.
Apenas no caso das Forças Armadas e da Polícia Federal mais da metade dos entrevistados que externaram sua opinião consideram as instituições “ótima” ou “boa”: 63% e 60%, respectivamente.
No caso do Congresso Nacional, esse percentual cai para 23%, alcançando 30% para o Poder Judiciário e os agentes penitenciários.


Avaliação das instituições que servem a comunidade em assuntos de segurança pública

Nenhum comentário:

Postar um comentário