quinta-feira, 30 de setembro de 2010

CONVITE PARA SIPAT GCM/IR ITAQUERA

Guarda Civil Metropolitana participa de corrida comemorativa e traz medalhas para a corporação

Fotos: Patrícia Schiaveto

No último domingo (26/09), representantes da Guarda Civil Metropolitana participaram da última etapa do Circuito Popular de Corridas de Rua da Cidade de São Paulo, no Parque Ecológico do Tietê - Ermelino Matarazzo. Além dos benefícios de esporte e saúde, a corrida fez parte da comemoração do 24º aniversário da corporação.

Cerca de 1.600 pessoas foram inscritas, entre GCMs, policiais militares e membros da sociedade civil. Todos os participantes receberam kits para a corrida, que teve um total de cinco quilômetros, e uma medalha de participação. Troféus e medalhas de honra ao mérito foram entregues aos primeiros colocados de cada categoria (Civil, GCM e PM), em uma iniciativa da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação.

 
 
A GCMF Andréia Keilla Galvão Lemes foi a vencedora da prova de corrida na categoria civil. Já na categoria da GCM, Graziela Aparecida da Silva, foi a primeira colocada no feminino, seguida das guardas Mônica Jesus dos Santos (2º lugar) e Antonia de Lima Ferreira (3º lugar). Entre os homens, o vencedor foi o GCM Celso de Souza Gabino, seguido dos colegas Francisco do Nascimento (2º lugar) e Wagner Sales dos Santos (3º lugar).

A vencedora da categoria civil faz parte do efetivo da Vila Mariana, e no dia 01 de agosto, participou da Corrida Noturna de São Paulo, onde foi também foi vencedora nas distâncias de 12km, 8km e 4km, com saída e chegada da Praça Charlles Muller - Pacaembú.

Essa corrida foi a última de 23 etapas realizadas, em diversos bairros da cidade de São Paulo. Todas as provas com o objetivo de oferecer atividades de pedestrianismo com estrutura profissional sem nenhum custo aos participantes.

Texto: Patricia Schiaveto
 
Fonte: Blog da Secretaria de Segurança Urbana

O crack e os seus malefícios para a sociedade


(*Archimedes Marques)


Os fatos criminosos em todas as partes e em todos os lugares do país, as desagradáveis conseqüências na área policial, educacional, saúde, social e familiar e o degredo causado pelo crack, comprovam que essa droga trouxe malefícios sem precedências para a nossa sociedade. O crack mata os sonhos das pessoas, aniquila o futuro de tantas outras e aumenta a criminalidade em todo canto que se instala.
De poder sobrenatural, o crack sempre vicia a pessoa quando do seu primeiro experimento e o que vem depois é a tragédia certa. A partir de então a sua nova vítima está condenada a engrossar as fileiras de um gigantesco e crescente exército de dependentes químicos da droga que, em conseqüência passa também a matar e morrer pelo crack.
O crack além de trazer a morte em vida do seu usuário, arruína a vida dos seus familiares e vai deixando rastros de lágrimas, sangue e crimes de toda espécie na sua trajetória maligna.
Faz parte da fórmula absurda do crack que nasceu da borra da cocaína, a amônia, o ácido sulfúrico, o querosene e a cal virgem, produtos altamente nocivos à saúde humana, que ao serem misturados e manipulados se transformam numa pasta endurecida de cor branca caramelizada, que passou a ser conhecida pelos mais entendidos, com toda razão, como sendo a pedra da morte.
Como os efeitos excitantes do crack têm curta duração, o seu usuário faz dele uso com muita freqüência e a sua vida passa a ser somente em função da droga.
Em virtude do dependente do crack pertencer em grande maioria à classe pobre ou média da nossa sociedade e assim não dispor de dinheiro para manter o seu vício, então passa ele a prostituir-se em troca da pedra ou de qualquer migalha em dinheiro, a se desfazer de todos os seus pertences e a cometer furtos em casa dos seus pais, dos seus parentes, dos seus amigos ou noutros lugares quaisquer, para daí  logo passar a praticar assaltos, seqüestros e latrocínios, sem contar que também fica nas mãos dos traficantes para cometer homicídios ou demais crimes que lhes for acertado em troca do crack.
Assim, o usuário do crack vende seu corpo, sua alma, seus sonhos para viver em eterno pesadelo.
Na trajetória inglória e desprezível do crack, o seu usuário encontra o desencanto, a dor, a violência, o crime, a cadeia, a desgraça ou o cemitério. O crack traz o ápice da insanidade humana. Alguns que se recuperaram do poder aniquilador do crack disseram que dele sentiram o gosto do inferno.
Concluímos então que o perfil da sociedade se transformou e os problemas da segurança pública mudaram consideravelmente para pior a partir do advento do crack. Aumentaram-se todos os índices de crimes possíveis por conta do crack. Em decorrência do crack também passou a morrer precocemente uma imensidão incontável de pessoas, destarte para os jovens que mais se lançam neste lamaçal. Os seus usuários em grande maioria se transformam em pessoas violentas e, com armas em mãos são responsáveis por mortandade em suicídios, assassinatos dos seus familiares e amigos, homicídios pelo tráfico, para o tráfico ou ainda mortes relacionadas às pessoas inocentes em roubos, nos chamados crimes de latrocínios.
É preciso que as políticas públicas contra o crack, além de promover bons projetos preventivos, repressivos e curativos, considerem os vários aspectos que envolvem os seus dependentes químicos e suas conseqüências, como a conscientização da população voltada para o drama pessoal vivido pelos mesmos e por aqueles que o cercam, as dificuldades de bem vigiar todas as fronteiras como melhor forma de prevenção de evitar a entrada da sua pasta base, as carências das entidades assistenciais e de saúde, assim como da necessidade de recursos para os aparatos policiais, destarte, para a valoração profissional dos seus membros no sentido de melhor combater o trafico, o traficante e o chamado crime organizado que é a fonte de alimentação da droga.
Evidente é que o crack é caso de Polícia, mas é também problema de todos nós e, na medida em que por sua culpa são gerados tantos crimes e disfunções sociais, cresce ainda mais a responsabilidade da própria sociedade e do poder público, principalmente para ser tratado em larga escala como caso de saúde pública.

(Delegado de Policia. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Publica pela Universidade Federal de Sergipe) archimedes-marques@bol.com.br

CONVITE PARA BAILE NA ZONA LESTE DE SÃO PAULO - Recado da Inspetora Clara Pinese

Queridos,

Solicito para informar o pessoal sobre o encontro de Amigos  que sera realizado neste final de semana!

Conto com vocêrs! Obrigada!

Clara Pinese.


1º Encontro dos Amigos na Zona Norte
                                                                                       
Convite Especial 

Você é nosso convidado para o 1º Baile de Amigos na Zona Norte, que será realizado em:
 
Data: 01/Outubro/ 2010 – Sexta-feira
Horário: 22:00 as 05:00
Local: Clube Phoenix
Endereço: Voluntários da Pátria, nº 3.416 – Santana
Traje: Esporte Chic
Entrada: Apresentação da Funcional (Acompanhantes somente com a presença do convidado)
Obs: Não será permitida a entrada com material bélico.
 
Produção: Clara Pinese 
Fone: 3715-9114 (Livre) /        8570-7098 (TIM)


Itinerário
Terminal de Ônibus Metro Santana:
Horário até as 00:40min
º Plataforma:
Linhas
1759 – Jd Peri
1758 – Jd Antártica
1742 – Jd Antártica
Descer no ponto do Colégio Cedon.
Próximo ao Hospital São Camilo
Contamos com sua Presença!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

INFORME DO SINGUARDAS-SP SOBRE APOSENTADORIA ESPECIAL

A todos os guardas civis metropolitanos. 

Informamos que em relação a matéria do jornal Agora de 27/09/10, que fala a respeito de mandado de injunção a orientação da direção do Sindguardas-SP é que não devem gastar dinheiro com a contratação de advogados, pois o seu sindicato já ingressou com o mandado de injunção junto ao Supremo Tribunal Federal (MI 2483) e estamos apenas no aguardo do despacho do ministro relator Dias Toffóli.
O mandado de injunção do Sindguardas-SP foi impetrado em 26/02/10 e abrange todos os profissionais da guarda civil metropolitana independente de ser sindicalizado ou não.
Não desperdice o seu dinheiro.
GUARDAS CIVIS UNIDOS NA LUTA!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Guarda Municipal de Piedade inaugura central de monitoramento


Na manhã de hoje (21), o prefeito Geremias Ribeiro Pinto (PT) inaugurou oficialmente a primeira etapa do programa “Piedade Mais Segura”. Trata-se do sistema de monitoramento a partir de câmeras digitais. No total serão 48 câmeras espalhadas pela região central do município. A realização do projeto demonstra a preocupação do Governo Municipal em aprimorar os mecanismos de segurança, no sentido de auxiliar as policias Civil e Militar; bem como de oferecer um serviço mais eficaz à população. “Esta cerimônia representa o empenho do nosso Governo em atender às reivindicações da sociedade piedadense. Agradecemos todas as pessoas, servidores e entidades sociais que colaboraram”, afirmou o prefeito.    
Nessa primeira fase, com o funcionamento inicial de 18 câmeras, a prioridade foi instalar câmeras fixas em prédios públicos e ruas centrais mais movimentadas. Nos próximos dias o trabalho continuará com a instalação do equipamento em uma cobertura mais ampliada da região central.
O sistema possui câmeras digitais modernas que possibilitam imagens nítidas, recortes ampliação por meio do “zoom” e angulação de 360 graus. Segundo a empresa responsável pelo serviço, apenas Piedade possui esse serviço na região. “É um projeto pioneiro na região. Atendemos várias cidades, mas, Piedade instalou o que existe de mais novo em termos de monitoramento por câmeras”, afirmou Ailson Moreno, responsável técnico da  CONSEG - Monitoramento e Imagens.   
O painel de controle é na Base Comando da Guarda Municipal         
O local recebeu serviços de alvenaria, elétrica e hidráulica. Foram instalados quatro monitores LCD 32 polegadas, rádio retransmissor, balcão e ar condicionado.
Dez profissionais fizeram o curso de treinamento e capacitação para operar o equipamento. O comando central fará monitoramento 24 horas ininterruptas, inclusive com seleção e arquivamento das imagens. O serviço auxiliará na prevenção e combate à criminalidade. As imagens trarão informações detalhadas para direcionar a ação policial.
Prefeitura amplia a Guarda Municipal com apresentação de mais cinco profissionais    
Na mesma cerimônia foram apresentados cinco novos guardas municipais, que após treinamento no município de Osasco, estão oficialmente integrados à corporação. O efetivo da Guarda Municipal passou a ter um comandante, um subcomandante, 15 guardas, uma estagiária em Direito e dois servidores municipais que realizam serviços administrativos. “Nossos guardas municipais foram treinados na Academia da GM de Osasco, considerada uma das melhores do Brasil. Essa academia participou da Missão de Paz da ONU - Organização das Nações Unidas no Haiti. Portanto, temos uma corporação muito bem treinada e à disposição da população”, ressaltou o prefeito Geremias Ribeiro Pinto.

 

Guarda Municipal de Piedade

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

CONVITE

Prezados amigos Inspetores

Estou enviando um convite para o lançamento do meu livro sobre segurança pública com foco nos municípios.

Ficarei honrado com as suas presenças.
Um abraço a todos
Janio Vendramini
Ten Cel Res PM

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

GCMF de São Paulo ganha quatro medalhas de ouro e duas de prata

A Guarda Civil Metropolitana Benta Antonia Silva, recordista de medalhas e participações em competições no Brasil e Exterior, foi recebida no gabinete do Secretário Municipal de Segurança Urbana, Edsom Ortega, nesta terça-feira (21/09), no prédio do Comando – Geral, na Luz, em razão do seu excelente desempenho no XV Campeonato Brasileiro de Atletismo Master de Maringá, (PR), ocorrido entre os dias 11 e 12 setembro.

Foto: Marcelo Ulisses Machado/ SMSU
Estiveram também presentes, o Comandante Geral da GCM, Joel Malta de Sá e a diretora do Departamento de Esporte e Cultura (DEC), inspetora Deise Cristina Sorocaba. O Secretário elogiou o desempenho da velocista e propôs que se estabeleça um plano de metas no âmbito do DEC para incentivar ainda mais a prática de atividades físicas dentro da corporação e criar mecanismos de estimulo para que os atletas busquem cada vez mais os melhores resultados nas competições.

No último campeonato, Benta concorreu com 142 participantes e subiu ao pódio seis vezes, ganhando quatro medalhas de ouro nos 200 m, salto em distância e revezamento 4x100 e 4x400 e duas de prata, no salto triplo e 100m rasos.

“Cada medalha que ganho, dedico a esta corporação. As conquistas do último campeonato é o meu presente ao 24º aniversário da GCM (celebrado no último dia 15 de setembro)”, disse a atleta.

Benta aproveitou o encontro para agradecer o apoio do Secretário Ortega e dos inspetores pelo incentivo ao esporte e aos atletas dentro da Instituição.

A atleta treina há mais de dez anos e em 2009 competiu na Argentina, ficando com o 3º lugar. Em apenas dois anos, já conquistou mais de 90 medalhas. Ela trabalha na Central de Telecomunicações e Videomonitoramento da Secretaria Municipal de Segurança e já faz planos para a próxima competição, o Master Sulamericano, no Chile de 22 a 29 de novembro.

Texto: Ivonete Pereira

Intelectuais de esquerda atacam Lula

Manifesto pede garantias à democracia contra autoritarismo do presidente; D. Paulo Arns e Bicudo, fundador do PT, assinam

Regiane Soares

Os ataques do presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a imprensa na cobertura das eleições presidenciais repercutiram, nesta quarta-feira (22), em frente à Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, no Centro da capital. Preocupados com o "discurso autoritário" e com o "comportamento fascista" do presidente, um grupo de juristas, advogados, professores universitários e intelectuais divulgaram o manifesto "Se Liga Brasil", em defesa da democracia. Para os líderes do movimento, o presidente tem o direito de manifestar sua opinião e até fazer campanha para seus candidatos, mas não deve usar a máquina pública nem insuflar o povo.

Entre os signatários do documento está o jurista e militante dos Direitos Humanos Hélio Bicudo, um dos fundadores do PT e ex-vice-prefeito de São Paulo na gestão de Marta Suplicy (PT), de 2001 a 2004. Ele disse que o ato foi feito nesta quarta-feira, a 11 dias das eleições, porque o momento é de crise, com a ex-ministra Erenice Guerra (Casa Civil) "afogada" em corrupção. "Estamos à beira de um governo autoritário que vai passar por cima da Constituição e das leis", afirmou o jurista, que deixou o PT em 2005, à época do escândalo do "Mensalão".

Aos 88 anos, Bicudo foi o responsável pela leitura do manifesto no parlatório do Largo São Francisco. Com equipamento de som precário e com calor de 30º C, o jurista pediu para que o público presente, cerca de cem pessoas, repetisse cada frase do documento. "Isso eu aprendi com dom Paulo (Evaristo Arns)", afirmou. O arcebispo emérito de São Paulo também assinou o manifesto, mas não participou do ato. Ao final, cantaram o Hino Nacional.

O manifesto ressalta a soberania da Constituição e chama de constrangedor o comportamento do presidente, que "não vê no outro um adversário que deve ser vencido segundo as regras da democracia, mas um inimigo que tem que ser eliminado." Para o ex-ministro Miguel Reale Jr. (Justiça), Lula tem tido um comportamento "facisca" ao denunciar a imprensa e dizer que o Brasil não precisa de formadores de opinião. "Essa é uma ideia substancialmente fascista de uma imanência da verdade a partir de uma posição populista, isto é efetivamente fascismo", afirmou. Bicudo concordou com Reale Jr. ao afirmar que o presidente "tenta desmoralizar a imprensa e todos aqueles que se opõem ao seu poder pessoal."

Segundo o ex-ministro José Gregori (Justiça), a "gota d?água" para realizar o manifesto foram as recentes manifestações de Lula contra a imprensa. "É um comportamento que fere a Constituição e que até prejudica a causa que ele defende", disse, ao ressaltar que o ato foi "um recado".
 

terça-feira, 21 de setembro de 2010

CONVITE - Manifesto em Defesa da Democracia

Pela defesa da liberdade de imprensa e de expressão;

Pela preservação do regime democrático e dos direitos individuais;

Contra o autoritarismo, o abuso e a corrupção.

A sociedade civil, em um movimento apartidário, divulga o Manifesto em Defesa da Democracia. No ato, marcado para as 12h00 da próxima quarta-feira, dia 22 de setembro, na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, estarão presentes representantes de todos os setores da população: juristas, intelectuais, artistas, empresários, líderes comunitários, profissionais liberais, representantes de classe que, juntos, expressarão sua indignação em Defesa da Constituição Brasileira e da Democracia.

PARTICIPE DESTE MOVIMENTO

Em uma democracia a Constituição é soberana a todos os Poderes. E é ela que garante a soberania de seu povo. 

Acima dos políticos e dos partidos estão as instituições que são os pilares do regime democrático. 

Data: 22 de setembro de 2010 – quarta feira

Horário: 12h00 – Cerimônia de Leitura do Manifesto e Coleta de Assinaturas

Local: Faculdade de Direito do Largo São Francisco

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Mensagem do Secretário Municipal da Segurança Edsom Ortega aos integrantes da GCM

Ao comemorar seu 24º aniversario, a Guarda Civil Metropolitana de São Paulo registra uma história de avanços e crescimento. Seu efetivo de cerca de 7 mil guardas está presente em todas as regiões da cidade de São Paulo, em 33 Inspetorias Regionais e 5 Comandos Operacionais, a pé, motorizado com viaturas, motos, bases moveis e com sistema de videomonitoramento. Sua atuação é focada nos programas institucionais voltados à Proteção Escolar, Proteção Ambiental, Proteção de Pessoas em Situação de Risco, Proteção ao Agente Público, Proteção ao Patrimônio Público e Proteção ao Espaço Publico e Fiscalização ao Comércio Ambulante.

A GCM possui desde 2008 o primeiro comandante de carreira, o Inspetor Joel Malta de Sá e uma sede própria. Seu Centro de Formação em Segurança Urbana (CFSU) tem suporte técnico especializado e uma grade curricular norteada pelos princípios dos Direitos Humanos, das garantias individuais e coletivas, voltado à proteção e à segurança cidadã. Uma visão moderna e atual, com conhecimento técnico, profissional e científico indispensável para que possa cumprir bem as suas missões.
Desde que assumi esta pasta, com o apoio do Prefeito Gilberto Kassab temos investido na valorização do servidor, bem como em equipamentos enfatizando a busca da qualidade e excelência dos serviços, através de medidas institucionais e investimentos voltados para ao fortalecimento e modernização da GCM. Nos últimos doze meses vale destacar as principais novas conquistas que vieram contribuir para o fortalecimento, aprimoramento e valorização da GCM.


Investimentos em Capacitação: Curso da Escola de Comando para 200 Inspetores (300 horas), Cursos de Qualificação em Turismo (3000 GCM SPTuris) em Inglês, Espanhol, Conselheiros em Direitos Humanos, motociclistas, Cursos do Bolsa Formação (4.881 GCMs, R$ 400,00 mês, total R$ 1,9 milhão mês e R$ 23 milhões ano. Já aprovado em vias de assinatura convênio Pronasci, para mais investimentos em capacitação (Curso de Liderança, Comunicação e Direitos Humanos para 2000 GCMs – R$ 1,5 milhão)

Investimento na ampliação do efetivo, valorização profissional e salarial: Incorporação de 325 novos GCMs. Novo Concurso de Acesso para cerca de 440 vagas: Classe Distinta, autorizado para 310 vagas com previsão de publicação do edital no fim de setembro de 2010. A segunda etapa para os demais cargos com previsão para o primeiro semestre de 2011. Projetos de Lei já encaminhados a Câmara Municipal: PL nº 336/2010 - Prêmio de Desempenho para GCM: Prevê o pagamento de prêmio tendo por base o desempenho institucional da Corporação e do efetivo medido pelos planos de gestão e metas, considerando o absenteísmo individual de cada servidor e suas penalidades no período. PL nº 338/2010 - Gratificação de Motoristas e Motociclistas: Visa remunerar adicionalmente os integrantes da carreira de GCM que exerçam a função de motoristas e motociclistas. PL nº 337/2010 - Adicional de exercício no Centro e regiões de difícil provimento: Cria um adicional por exercício de função, nos moldes do adicional de difícil acesso estabelecido pela Lei 11.035/91. PL nº 340/2010 - Gratificação de Comando e Chefia: Visa dar a devida remuneração àqueles que exercem função de chefia na GCM, tendo em vista que a Lei 13.768/04 não compatibilizou os valores recebidos pelo exercício de cargos em comissão, que continuaram atrelados a Lei 11.715/95. (em alguns casos para multiplicar por 5 o que hoje recebem). Projeto de Lei a enviar a câmara em setembro 2010, com reajuste das escalas de padrões de vencimentos em 20,74%, a partir de 1º de janeiro de 2011, divididas em duas parcelas, sendo a primeira de 9,88% em janeiro de 2011 e 9,88% em janeiro de 2012. Decreto de elevação da RETP da GCM de 60% para 80% a partir de setembro 2010 foi assinado nesta data e deverá ser publicado na próxima sexta feira, 17. Projeto de Lei Gratificação por Exercício de Atividade Diferenciada em Segurança Urbana - Eventos: prevê gratificação especial a ser concedida pela participação do GCM em grandes eventos, deverá ser enviado a Câmara também neste mês de setembro. Aposentadoria Especial para GCM: Aguarda estudo da Secretaria de Finanças via IPREM para realizar o cálculo atuarial estudos complementares e ajustes no projeto de lei, com previsão, depois de aprovado pelo prefeito, de envio para a Câmara neste 2º semestre 2010.

Investimento em equipamentos: 30 viaturas pickup 4 x 4 Guarda Ambiental (R$ 5,6 milhões), Nova Central de Telecomunicação (central 153, videomonitoramento, radio despacho, sala de situação e rádios digitais com GPS (em licitação R$ 16,9 milhões) ) total R$ 44,5 milhões. Aquisição de 4.600 Uniformes completos da GCM (R$ 2,1 milhões), 150 novos computadores (R$ 251 mil); Novas geladeiras (40) Fogões (40) microondas (35), Televisores LCD (43) e Vídeos (43) Máquinas fotográficas (10) Filmadoras (5) (R$ 444 mil), 60 pistolas 380 e munições diversas (R$ 410 mil), em licitação para contratação de mais 135 câmeras, elevando para 234 câmeras no sistema de videoproteção (R$ 14 milhões). Aquisição de 2.500 coletes anti-balísticos – R$ 2 milhões, convênio Pronasci já aprovado. Aquisição de novos uniformes: já autorizado.

Investimento em edificação e mobiliário: Novo prédio para a Corregedoria e Ouvidoria da GCM a ser inaugurado nos próximos dias. Reforma e reparos de Unidades e Base da GCM (R$ 280 mil), em licitação construção de quadra de esporte coberta no Centro de Formação (R$ 800 mil), construção de Auditório e salão de eventos no Centro de Formação (R$ 950 mil). Em obras construção no CFSU – de ampliação e instalação novas salas (R$ 1,9 milhões). Reforma e reforço da armarias da GCM (R$ 260 mil). Aquisição de 150 cadeiras para refeitórios e vestiários. (R$ 8 mil). Nova Inspetoria da Lapa, Nova Inspetoria da Freguesia do O, Comandos Norte e Oeste. Nova base de apoio da Galeria Prestes Maia, Base da Praça de Sé em obras de reforma.

Principais Medidas Institucionais e Normativas nos últimos 12 meses: Decreto 51.041, de 19 de novembro de 2009 – Cria a Escola de Comando da GCM; Decreto 51.646/2010 aprova novo regulamento de uniforme da GCM; Decreto nº 51.379/2010 de 01/04/2010 - Cria a Divisão de Acompanhamento e Averiguação e a Coordenadoria de Análise e Planejamento – CAP; Decreto 50.945, de 26 de outubro 2009, Reestruturação do Centro de Formação, e cria o Conselho Acadêmico e as Diretorias de Ensino e de Administração; Decreto 50.864, de 18.09.2009, estabelece Diretrizes para concessão de honrarias por Méritos.

Portaria 390/SMSU/2009 de 19/09/2009 - Criação da Ouvidoria da GCM; Portarias 319 a 321/2010/SMSU – aprova POPs da CETEL; Portaria 298/2010/SMSU aprova POP das Bases Comunitárias Móveis; Portarias 302 e 303/2010/SMSU aprova POP e PAP para Inspetoria da GCM; Portaria 230/2010-SMSU-GAB - Aprova os Procedimentos Operacionais Padrão (POP) dos Programas da GCM; Portaria 209/2010/SMSU - SMSU cria o Núcleo do Acervo e Memória da GCM – Museu da GCM; Portaria 152/SMSU/2010, cria Programa de Qualidade e o Núcleo Técnico de Gestão pela Qualidade e pela Portaria 172/10-SMSU o Comitê Central de Gestão pela Qualidade da Secretaria Municipal de Segurança Urbana, aprova Regulamentação dos seis Programas da GCM; Portarias 74 a 79/10 Institui os indicadores de avaliação dos seis Programas da GCM.

Quero agradecer a todos os integrantes da GCM em especial ao seu comando na pessoa do seu Comandante Joel Malta de Sá todo o empenho para que a GCM avance cada vez mais, tenha padrões de qualidade, de procedimento e resultados que estejam cada vez mais sintonizados com o que todos dela esperamos. Cada vez mais vemos a diferença do antes e do depois da presença e da atuação da GCM em vários pontos da cidade. O trabalho da GCM vem sendo medido, com novas ferramentas de tecnologia e sistemas, com apoio da Coordenadoria de Análise e Planejamento, o que permitirá brevemente dimensionar ao público interno e externo, os quantitativos da contribuição da GCM nos resultados do Sistema de Segurança Publica e da redução da desordem urbana na cidade de São Paulo. Para terem uma idéia, só no campo do atendimento ao público, a GCM registra 100 mil atendimentos por mês. Nas ligações para a nova central 153, já chegam a 1400 ligações por dia. Desejo a todos os integrantes da GCM e seus familiares nesta data que tenham muita saúde e paz e que Deus abençoe a todos.


Edsom Ortega
Secretário Municipal de Segurança de São Paulo

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Guarda Civil Metropolitana/SP adota "Método Giraldi" em sua filosofia de trabalho


Fotos: Partícia Schiavetto

Aconteceu nesta data, 17/09/2010, a solenidade de formatura do Curso de Instrutores do "Método Giraldi", que foi ministrado aos integrantes da Guarda Civil Metropolitana.


O encerramento se deu com a palestra do criador do médoto, Nilson Giraldi, Coronel da Polícia Militar do Estado de São Paulo.


O Método Giraldi conta com a aprovação da ONU e da Cruz Vermelha, e é referência internacional como modelo de uso da arma de fogo em defesa da vida.


Além do Coronel Giraldi, participaram da solenidade de encerramento o Secretário de Segurança Urbana, Dr. Edson Ortega; o Comandante da Guarda Civil Metropolitana, Inspetor Regional Joel Malta de Sá; o Coordenador do Centro de Formação em Segurança Urbana, Coronel PM Flávio Rosa; o Chefe de Gabinete da SMSU, Coronel Paulo Cesar Franco, e o Major PM Carlos Alberto dos Santos, instrutor e representante do Método Giraldi.


Também foram convidados mais de 100 integrantes da GCM para participar da palestra do Coronel Giraldi, que aplaudiram incessantemente o palestrante, demonstrando grande apreço pela mensagem que receberam.


Na oportunidade, o Coronel Giraldi entregou os certificados de conclusão de curso aos formandos, entregou diplomas de honra ao mérito aos que colaboraram para a implantação do método na GCM e o Termo de Autorização para uso e propagação do Método Giraldi na Guarda Civil metropolitana.


Esse é mais uma conquista da Guarda Civil Metropolitana.


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

ARTIGO: PUNIÇÃO X ORIENTAÇÃO


Autor: Marcos Bazzana Delgado
Inspetor da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo



A punição não é instrumento de busca da eficácia nas ações da Administração Pública.

Nos dias atuais muitos estudos se voltam para o aperfeiçoamento da gestão na administração pública. Neles a idéia de adoção de medidas punitivas como meio de alcançar bons resultados vem sendo gradativamente abandonada

Temas como gestão pela qualidade, gestão de projetos, valorização profissional e planejamento estratégico já fazem parte do vocabulário dos servidores públicos nos corredores das repartições em que prestam serviços.

Aos poucos novos conceitos vêm sendo incorporados e muitas instituições públicas têm demonstrado significativa melhora em suas rotinas de trabalho com a adesão às novas filosofias.

Recentemente tive a oportunidade de participar de uma formidável palestra sobre gestão de qualidade onde foi ressaltado o fato de que muitas organizações deixaram de se preocupar em encontrar culpados, passando a aproveitar melhor suas energias na busca de falhas tão somente com o escopo de saná-las, para que assim suas metas não sejam prejudicadas.

Por que razões, então, muitas organizações ainda pregam tanto a sanção disciplinar como forma de corrigir as falhas que são encontradas nos resultados inesperados de suas ações?

Por que motivos alguns ainda acreditam que a punição na esfera administrativa poderia ser solução para resolver problemas da Administração Pública?

Aos olhos de um observador, de que forma seria avaliada uma organização que publica em Diário Oficial uma extensa lista de servidores sendo punidos porque não executaram a contento as suas funções?

Entre cientistas jurídicos é maciço o entendimento de que prisão na esfera criminal atinge tão somente o criminoso, não a criminalidade.

Esse entendimento nos leva a várias reflexões.

Uma delas é a de que a punição deve ser encarada como medida extrema, destinada a ações intencionais que tiveram por finalidade comprometer ou lesar o ciclo de atividades estipuladas pela superior administração para a consecução das atribuições institucionais.

Outra reflexão é no sentido de que algumas poucas chefias que ainda cultuam a punição como única ferramenta disponível para garantir o “respeito e a obediência” de sua equipe podem estar correndo sérios riscos de enfrentarem problemas de gestão neste universo em que as pessoas não mais se sujeitam a abusos, ao mesmo tempo em que estão despertando com maior clareza na prática do exercício pleno dos seus direitos.

Sem contar a enorme frustração e a desmotivação que uma punição acarreta ao servidor, que praticamente perde o interesse em compor a equipe de trabalho, outra reflexão nos faz lembrar que o simples fato de punir não ajudará encontrar a solução para as falhas dos processos de produção do trabalho. Portanto, a partir da tomada de decisão em punir o servidor que não alcançou o resultado esperado, serão despendidos esforços redobrados no âmbito da organização: Um para apurar responsabilidades, procurando os culpados – e isso já exige a designação de pessoas e custos; o outro para corrigir os erros nas rotinas do trabalho, que não têm nada a ver com a punição e dela nada poderá obter ao seu favor.

Ao longo de mais de 12 anos convivendo com o serviço público, em especial durante o tempo em que pudemos trabalhar com processos disciplinares, pudemos perceber que existem casos em que para se chegar a uma punição ineficaz foi preciso grande empenho do chefe correndo atrás de autuações de processos, oitivas de testemunhas, longos relatórios e, o principal, enorme esforço intelectual para conseguir demonstrar o erro de seu subordinado, fazendo malabarismos audaciosos para tentar enquadrar o fato à norma, como no sentido figurando em que alguém tenta inserir um quadrado grande dentro de um círculo pequeno.

Essa nossa forma de pensar não quer dizer que as ações dos servidores devam passar despercebidas. Grandes organizações atuam na forma preventiva, dando maior ênfase para o treinamento e a orientação. Quando percebem que ainda assim algo sai errado, submetem as condutas aos conselhos de ética, para só então, diante de reincidências ou em caso de comprovada má fé, adotarem medidas disciplinares.

No nosso caso, na Guarda Municipal, os líderes, tanto Inspetores como Classes Distintas, ostentam em seus distintivos alusivos ao curso de formação dizeres em latim cuja significação leva ao entendimento de que são “condutores” de seus subordinados. Já que conduzem, conclui-se que têm parcela de culpa quando seus “conduzidos” falham. Então, como meio de agir com justiça, ao insistirem em punição, em alguns casos, deverão eles se incluir nas mesmas sanções propostas para um membro de sua equipe. Daí, mais uma razão repensar nossas ações.

Tudo isso para ser alcançado depende de muita reflexão e uma mudança cultural que deve partir dos mais altos níveis hierárquicos, visto que o pensamento arcaico tende a se arraigar na mente de pessoas acomodadas pelo tempo. Não é tarefa fácil o exercício de vencer nossas paixões para impedir que sentimentos primitivos voltem a dominar nossas vontades, fazendo-nos cometer os velhos erros.

Enfim, acreditamos neste novo modelo, e acreditamos ser possível conduzir nossas instituições por novos caminhos que possam tornar melhor o convívio. Para isso, é necessário que continuemos sempre levantando templos à virtude e cavando masmorras aos vícios.

Fonte: Blog Os Municipais

Presente de Aniversário!!!


DECRETO Nº 51.788, DE 15 DE SETEMBRO DE 2010

Altera o valor da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial - RETP, nos termos do artigo 19, § 2º, da Lei nº 13.768, de 26 de janeiro de 2004.

GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, CONSIDERANDO o disposto no § 2º do artigo 19 da Lei nº 13.768, de 26 de janeiro de 2004, que prevê a revisão, mediante decreto, do percentual da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial - RETP devida aos servidores do Quadro da Guarda Civil Metropolitana, respeitados os limites ali estabelecidos,
D E C R E T A:
Art. 1º. O valor da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial - RETP devida aos servidores do Quadro da Guarda Civil Metropolitana - QGC, optantes pelo plano de carreira instituído na forma da Lei nº 13.768, de 26 de janeiro de 2004, fica fixado em 80% (oitenta por cento), incidentes exclusivamente sobre o padrão de vencimento do servidor, a partir de 1º de setembro de 2010.
Art. 2º. As despesas decorrentes da execução deste decreto correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.
Art. 3º. Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, aos 15 de setembro de 2010, 457º da fundação de São Paulo.

GILBERTO KASSAB, PREFEITO
JOÃO OCTAVIANO MACHADO NETO, Secretário Municipal de Modernização, Gestão e Desburocratização
EDSOM ORTEGA MARQUES, Secretário Municipal de Segurança Urbana
CLOVIS DE BARROS CARVALHO, Secretário do Governo Municipal Publicado na Secretaria do Governo Municipal, em 15 de setembro de 2010.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

24 ANOS DE GLÓRIA

PARABÉNS À GUARDA CIVIL METROPOLITANA DA CIDADE DE SÃO PAULO PELOS SEUS 24 ANOS DE RELEVANTES SERVIÇOS PRESTADOS À POPULAÇÃO PAULISTANA.

Mais de três mil GCMs foram certificados no curso de capacitação turística



 
 
Fotos: Guty/ SMSU


Nesta terça-feira (14), às 15h, aconteceu a cerimônia de diplomação do curso de capacitação turística, no Palácio das Convenções do Anhembi, com a entrega dos certificados para as últimas turmas, das 60 capacitadas, entre o efetivo da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo. Os integrantes da corporação fizeram o treinamento, proporcionado pela São Paulo Turismo (SPTuris), em parceria com o SENAC e a Secretaria Municipal de Segurança Urbana. Em menos de um ano, foram mais de 3 mil alunos contemplados pelo Programa Capacidade, da SPTuris.

Estiveram presentes na cerimônia, entre outras autoridades, o secretário municipal de Segurança Urbana, Edsom Ortega, o presidente em exercício da SPTuris, Tasso Gadzanis, e o diretor de Turismo e Entretenimento da SPTuris, Luiz Sales, o comandante da Guarda Civil Metropolitana Joel Malta e o coordenador geral do Centro de Formação Flavio Domingos Rosa, além de cerca de 100 alunos da GCM.


Para o secretário de segurança urbana, Edsom Ortega, na cerimônia representando o prefeito Gilberto Kassab, a oportunidade de parceria com a SPTuris tem contribuído muito na capacitação dos guardas. Simultaneamente, a secretaria tem investido em diferentes ações para um serviço de excelência aos munícipes e visitantes da cidade de São Paulo. Uma Guarda que atende e orienta mais de 100 mil pessoas ao mês contribui e valoriza ainda mais a cidade em que atua, destacou Ortega.

O curso, que é parte do programa Capacidade, formou mais de 3 mil integrantes da GCM em 60 turmas. Cada turma passou por um treinamento de 15 horas de duração, sendo 4 dedicadas a uma visitação técnica pela cidade, e incluiu em sua grade curricular matérias como noções de turismo, segurança pública, turismo sustentável, técnicas de comunicação, qualidade no atendimento e dados da atividade turística na cidade de São Paulo.

Segundo o Inspetor Bazana (orador da turma), participar deste curso favoreceu no descobrimento de lugares fantásticos que a cidade dispõe. “Agora estamos aptos a orientar da melhor maneira os turistas que por aqui visitam”.

O Comandante Geral da Guarda Civil, Joel Malta de Sá, destacou que as forças de segurança são referência para o turista em toda a parte do mundo. Neste dia 15 de setembro, data em que a GCM completa 24 anos de existência, oferecer à corporação este curso foi um presente para todos, disse o comandante.

Sobre o projeto “Capacidade”

Iniciado em abril de 2008, o “Capacidade” é o Programa de Capacitação Turística da Cidade de São Paulo, realizado pela SPTuris. A iniciativa surgiu de um convênio entre a Prefeitura de São Paulo e o Ministério do Turismo e já contou com a participação de vários profissionais que atuam da cidade, como taxistas, guias de turismo, agentes de turismo receptivo e, agora, guardas civis metropolitanos.

No total, o projeto formou mais de 4,2 mil participantes que recebem informações importantes sobre o turismo em São Paulo e dicas de como atender o turista. “O objetivo do curso é seguir aprimorando a atividade turística na cidade para receber cada vez melhor os visitantes, inclusive aqueles que virão para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014”, diz o presidente em exercício da SPTuris, Tasso Gadzanis.

Segundo o Coordenador Geral do Centro de Formação, Flavio Domingos Rosa, essa formatura foi um honra para a GCM - que se integrará ainda mais com os visitantes da cidade de São Paulo. “O Turismo em São Paulo é uma das áreas mais promissoras e cabe a segurança fazer bem este papel”, disse Rosa.

Sobre a GCM

A Guarda Civil Metropolitana, foi criada em 15 de setembro de 1986 pelo Prefeito Jânio da Silva Quadros, e tem como missão a proteção de bens, serviços e instalações municipais, conforme previsto no Art. 144 da Constituição Federal.

Atua em toda a Capital e tem como principal órgão gerenciador da política de ensino, o Centro de Formação em Segurança Urbana (CFSU), responsável pela formação, aperfeiçoamento e capacitação dos servidores da GCM (Guarda Civil Metropolitana), com 600 horas/ aula, conforme as diretrizes da Matriz Curricular Nacional para a Formação em Segurança Pública, do Ministério da Justiça.

O CFSU é dinâmico porque propõe soluções frente às novas atribuições exigidas para a carreira e reforça os conhecimentos adquiridos através de pesquisas, de tal forma, que o GCM saia da sala de aula, com condições ideais à sua nova missão constitucional, ou seja, uma atuação integrada com os órgãos de Segurança Pública nas esferas federal e estadual, mais eficaz, preventiva e próxima da comunidade paulistana.

A GCM se faz presente em todas as regiões da cidade e tem como principais atividades, os seguintes programas: Proteção Escolar, Proteção ao Espaço Público e do Comércio Ambulante, Proteção Ambiental, Proteção aos Agentes Públicos e Patrimônio Público, Proteção às pessoas em situação de risco, além de operações e programas através do Gabinete de Gestão Integrada - Gabinete de Segurança em conjunto a outros órgãos e entidades dos Poderes Executivo Municipal, Estadual e da União, que atuam e contribuem na área da Segurança Pública e Urbana.

A Guarda Civil Metropolitana conta também com uma Corregedoria Geral independente. Um espaço democrático aberto à população, e que tem as atividades pautadas na justiça e no respeito aos princípios básicos que regem a Corporação.

Motociclistas da IOPE - GCM/SP participam do desfile do bairro do Ipiranga



Em 12/09/2010 os motociclistas da IOPE (Inspetoria de Operações Especiais), da Guarda Civil Metropolitana, participaram de mais um desfile. Desta vez em comemoração ao aniversário do Bairro Ipiranga (São Paulo), juntamente com outras equipes da Guarda Civil Metropolitana e Forças Armadas. 


Parabéns a todos pela bela apresentação.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Tópicos para Prefeituras, Secretarias e GCMs

Caro amigo GCM,
 
Sintetizamos mais de 100 temas que podem ser realizados através das Guardas Civis e para as Guardas Civis de todo o país. Você pode se associar e gerencia-los em sua região. 
 
 
Roberto Cysne
Químico Industrial, DSc, PhD
Consultor Organizacional
Philip Crosby Quality School – Instructor
Cel.: 13-97752148
Site: www.orgplural.org
Skype: cedeppe
www.twitter.com/orgplural

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Inspetor Molinari recebe homenagem em solenidade de comemoração ao aniversário do bairro Freguesia do Ó - São Paulo/SP



A Câmara Municipal de São Paulo, através da propositura do vereador Claudinho de Souza, realizou Sessão Solene em comemoração ao 430º aniversário do bairro  da Freguesia do Ó, Zona Norte da Capital de São Paulo.

Na ocasião o vereador Claudinho fez questão de entregar pessoalmente, e junto com a Diretora de Educação Municipal Sra Maria Antonieta Carneiro, o Diploma de Congratulações para homenagear o Inspetor Chefe Regional Roberto Molinari, que é o Comandante da Inspetoria Regional da Freguesia do Ó, como forma de reconhecimento pelos relevantes serviços prestados pela Guarda Civil Metropolitana naquela região.


quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O Ciclo ainda não terminou....

Autora: Elza Paulina de Souza

“Algumas coisas na vida da gente termina, outras simplesmente param...”
Ao assistir a peça IN ON IT – com Fernando Eiras e Emílio de Mello, na última semana de agosto, esta frase ficou registrada em minha mente.

Ontem (7/set), ao aguardar o início do desfile, permanecemos sob aquela chuva intensa e gelado observando o efetivo masculino quanto feminino a frase veio novamente em minha mente. A cada pingo da chuva que caia sobre nós diminuía ainda mais nossa temperatura corpórea e os espasmos, as câimbras e o tremular com bater de dentes aumentavam, entretanto aumentava também o “brio” em cada componente que ali permanecia.
Foto: SMSU/Marcelo Ulisses

Brio!!???!!, Brio sim Senhores, segundo o dicionário Michaelis, brio significa sentimento da própria dignidade, ânimo esforçado, coragem, valentia, generosidade, galhardia e garbo. Tradução perfeita para definir o sentimento dos que ali permaneciam, aguardando.

Comecei a observar o semblante de cada companheiro, não havia revolta contra a natureza por conta da chuva não, não havia resmungos, não havia palavras desencorajadoras, ao contrário a cada aplauso do efetivo para seu próprio efetivo, cada cumprimento, cada gesto só transparecia força e orgulho.

Foto: SMSU/Marcelo Ulisses
“É na adversidade que todo seu poder se manifesta”, esta frase é bíblica sim, porém, naquele momento senti mais uma vez orgulho desta Instituição. Não sei como cada componente ali presente deixou seu lar, sua família – para minha alegria a minha filha estava comigo – sei apenas que ao entrar no início do sambódromo levamos em nosso íntimo frustrações, indecisões, decepções, mas acima de tudo sonhos realizados e por realizar, desejos e esperança de que as coisas simplesmente não parem.

Foto: SMSU/Renata J. Silva
Agradeço a Deus de um modo especial e a todos os componentes da Guarda Civil Metropolitana na pessoa do Inspetor Ferreira, que ao longo destes 24 anos me ajudaram a acreditar que a cada ciclo iniciado devemos ter a hombridade e o comprometimento para terminar.


Foto: SMSU/Renata J. Silva
 

sábado, 4 de setembro de 2010

Frase do dia

Vemos coisas que não existem,e estamos cegos para as grandes lições diante de nossos olhos. 
(O Aleph)

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

HOJE É DIA DO GUARDA CIVIL

Dia do Guarda Civil


Soldados da guarda civil atuando contra torcida organizada de futebol

No dia 03 de setembro comemora-se o dia do Guarda Civil, os profissionais que cuidam da segurança do povo.
A guarda civil do Brasil é composta por aproximadamente trinta e nove mil policiais, (INFORMAÇÕES DA ÉPOCA DA CRIAÇÃO DO ARTIGO) espalhados em todo o território nacional, garantindo, além da tranquilidade das famílias, os bens, serviços e as instalações dos municípios.
É uma área profissional sob a responsabilidade das prefeituras municipais, sendo que pode existir variação nas Leis que regem as corporações, uma vez que são pautadas em Leis estaduais. A criação da guarda civil municipal é dever da câmara de vereadores de uma cidade, sendo o maior objetivo manter sua segurança pública local.
Mas as normas que regem as competências dos policiais civis aparecem também estabelecidas através da Constituição Federal de 1988, além dos Regimentos Internos das próprias corporações, que ao final tem os interesses agregados à proteção de todos.
Os serviços prestados pelos guardas estão diretamente ligados à população, como ronda, vigilância, patrulhamento, proteção e defesa dos cidadãos. Além disso, protegem ainda suas habitações, os comércios, tudo aquilo que envolve a sociedade civil de um modo geral, além das edificações públicas e outros patrimônios.
Estão presentes na organização do trânsito, nas seguranças das escolas e bancos, em serviços de proteção à mulher, tanto na violência doméstica e sexual, combate às drogas, guarda ambiental, etc.
Os soldados da guarda civil desenvolvem trabalhos preventivos, repreensivos e ostensivos, podendo autuar em flagrante delito, passando por grandes riscos em relação à sua própria proteção, em sua própria vida.
São eles que seguem bandidos nas ruas, lidam com casos de roubos e assaltos, combatem o contrabando de objetos e animais, mantendo contato direto e rendendo os infratores da lei.
Esses profissionais devem ser tratados com respeito e atenção de todos, pois lutam para preservar a ordem nas cidades, a boa qualidade de vida dos cidadãos.
Lembrar da data e cumprimentar os policiais em seu dia será uma forma de retribuir toda a dedicação de seu trabalho.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Guarda Civil Metropolitana tem novo Comandante Operacional para a Zona Sul da Cidade de São Paulo


 Inspetor Ailton Rodrigues

Através da Portaria n.º 868, de 2 de setembro de 2010 o Prefeito Gilberto Kassab designou o Inspetor AILTON RODRIGUES DE OLIVEIRA para exercer o cargo de Inspetor Chefe de Agrupamento, do Comando Operacional Sul, da Guarda Civil Metropolitana.


O Comando Operacional Sul é responsável por articular as ações das 07 Inspetorias Regionais que possuem circunscrição naquela região da cidade (IR-Jabaquara, IR-Santo Amaro, IR-Campo Limpo, IR-Capela do Socorro, IR-Cidade Ademar, IR-M'Boi Mirim e IR-Parelheiros). 

Com essa mudança o Inspetor Regional Adelson de Souza, que passa o comando ao Inspetor Ailton Rodrigues, assumirá a diretoria da Central de Monitoramento e a Central de Telecomunicações da Guarda Civil Metropolitana.

A Associação de Inspetores das Guardas Municipais deseja sucesso aos Inspetores em suas novas missões. 

Frase do dia!

"Quanto mais atenção eu dou para meu inimigo, mais forte ele fica" 
 ( Hilal em O Aleph)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Resultado da Audência Pública na Câmara Municipal - Projetos de Lei GCM/SP



Ocorreu nesta tarde, às 13 horas, na Câmara Municipal de São Paulo, a audiência pública com a Comissão de Administração Pública para discussão dos projetos de lei relativos à valorização da remuneração dos integrantes da Guarda Civil metropolitana.
Representando a Secretaria Municipal de Segurança Urbana estava o Senhor Rodolfo Luiz Maderic. 

Os integrantes da GCM estavam representados pelo Presidente do SINDGUARDAS-SP Carlos Augusto de Souza. Também estava presente o Presidente da Associação de Inspetores das Guardas Municipais Marcos Bazzana Delgado. O SIGMESP foi representado pelo seu Vice-Presidente Aldo Fernandes Emegildio.

A sessão foi presidida pelo Vereador Eliseu Gabriel. Também estiveram presentes os vereadores José Luiz Pena, Claudio Fonseca, José Américo e Adolfo Quintas. Os vereadores se mostraram favoráveis em atender as reivindicações da categoria e aprovar tão logo possível os projetos.

Por conta da intervenção de representantes de outros sindicatos (outro projeto que visa beneficiar todos os servidores da prefeitura também estava na pauta de discussão) e, por causa do curto tempo disponível, apenas os representantes do SINDGUARDAS-SP puderam fazer uma pequena fala, sem poder adentrar em pontos mais específicos.

Um dos pontos salientados foi que os referidos projetos até o momento enviados deixam dúvidas quanto a quantidade de servidores da GCM que verdadeiramente serão beneficiados, ou seja, é necessário alterações no texto destes projetos para atingir o maior número de servidores.

Para aprofundar as discussão e eviatar a morosidade, o SINDGUARDAS e a Associação de Inspetores acordaram em realizar uma reunião em 09/09/201 às 18:30, para em conjunto, e com a presença de servidores interessados, apresentar aos vereadores uma proposta de substitutivos aos projetos de lei, a fim de que eventuais erros sejam sanados e para que a equidade e a razoabilidade prevaleça entre todos os integrantes e todas as categorias da GCM.