terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Estratégia e marketing na segurança urbana

Os setores de serviços estão em crescimento rápido e grandioso ocupando posição de destaque na economia do país. Este setor é constituído por um grande numero de ramos de atividade (ex: financeiro, transporte, seguros, telefonia e principalmente em segurança), onde emprega uma quantidade significativa de mão de obra e absorve uma parcela expressiva dos gastos anuais dos consumidores e organizações.
Alguns setores vêm passando por importantes transformações (ex: privatizações, avanços tecnológicos entre outros), mas carecemos de modelos diferenciados de gestão das organizações e a demanda por ferramentas, estratégias e ações inovadoras.
O marketing desempenha um papel importante, amplo e complexo nas organizações de serviços. E ele é responsável por funções externas (gera promessas), internas (viabilização de promessas) e (interativas (cumprimentos de promessas) e tem papel necessário na melhoria da satisfação dos clientes (população), do relacionamento com mercado, da qualidade e produtividade dos serviços e da lucratividade da organização (bem estar da população ou sensação de segurança e confiança). Entretanto, o marketing de serviços é relativamente novo como campo de estudo, requer uma forma diferenciada de implementação de estratégias e precisa ainda de boas idéias e pesquisas especializadas.
Acredito que estamos no caminho certo quando podemos estudar estratégia, mas precisamos entendê-la para conseguirmos colocá-la em nosso dia á dia na prestação de serviço de segurança urbana e da cultura de paz.
Devemos fazer uma analise de resultado observando em detalhes os resultados e esta analise na resposta da população atendida pela Guarda Civil Metropolitana.    
Desta forma, aplica-se as organizações públicas também a idéia de marketing de serviço utilizando as estratégias.
 A estratégia corporativa torna-se um processo contínuo e dinâmico, no qual a busca do comprometimento de todos os níveis de responsabilidade das unidades de negócio e setores centrais é considerada a variável mais importante para se atingir o sucesso da organização.
Como corporações comprometidas com os princípios da responsabilidade social e de desenvolvimento sustentável, todas as ações estão integradas com o objetivo não só de geração de valor, mas da satisfação da população e colaboradores (público interno) e engajamento com a sociedade.


INSPETOR ALTAIR DANIEL DIAS 
GRADUADO EM MARKETING
PÓS GRADUADO EM SEGURANÇA PÚBLICA

Nenhum comentário:

Postar um comentário