quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Prata da Casa: CD Carlos é o Gestor do Projeto Social e Educativo "Criança Sob Nossa Guarda"


Inspetor Bazzana, CD Carlos e Inspetor Queiroz

A implantação do Programa Criança Sob Nossa Guarda se deu na Inspetoria Regional de Itaquera, Comando Operacional Leste, em 20 de março de 2003.

As atividades se desenvolveram no interior do Parque do Carmo, onde contou com a participação de 18 escolas da região, com aproximadamente 2500 crianças, onde elas tiveram a oportunidade de conhecer a Banda da Guarda Civil Metropolitana, o Canil e o Coral, bem como fazer inúmeras atividades, tais como: Teatro de Bonecos, Futebol, Vôlei, Xadrez, Perna de Pau, Corrida de Saco, Cabo de Guerra, Trilha na Mata, Torneio de Pipas, e também ouvir uma Contadora de História e brincar com palhaços.

Metodologia: O processo se dá através da utilização das diferentes linguagens de comunicação e da ludicidade, onde, com atividades esportivas, teatros de bonecos, gincanas, passeios, brincadeiras e outros, o Guarda Civil Metropolitano tem a oportunidade de exercer suas funções educativas, ampliar o universo simbólico da criança e do adolescente, estabelecendo vínculos e limites que contribuirão para a formação de um sujeito emancipado.

Recursos pedagógicos: Ludicidade, Áudio Visual, Gincanas, Brincadeiras, Cartilhas, Pintura, Palavras Cruzadas, Caça Palavras, Música, Teatro, Passeios, Etc.

Idealizador do Programa Criança sob Nossa Guarda: Classe Distinta Carlos

Coordenador: Inspetor Euclides Conradim

Integrantes da Equipe: Guarda Civil Classe Distinta Carlos, Guardas Civis Theodoro, Paulo, Reginaldo, Guardas Civis Femininas: Josélia, Geni, Wanderli, Marli, Olga, Margarete, Meer e Emídia.

O Programa Criança Sob Nossa Guarda surgiu diante de algumas necessidades, tais como:

- Barreira existente entre o guarda civil e a comunidade, principalmente a comunidade escolar e em especial a criança e o adolescente que cresce ouvindo de seus pais, “ se você não me obedecer vou chamar o guarda ”, criando assim um estigma de agente repressor.
- Passar aos funcionários, a função do guarda civil nas unidades escolares, bem como da importância de trabalharmos juntos e em sintonia .
- Mostrar que o guarda civil metropolitano é também um cidadão da comunidade e que está atento aos problemas da comunidade e disposto a ajudar a resolver juntamente com a comunidade.
- Conquistar a confiança das crianças através do respeito e não através do medo.
- Reverter estatística, onde mostra alto índice de jovens em liberdade assistida e alto índice de jovens vítimas de homicídios, entre 14 e 24 anos, (dados da secretaria municipal do desenvolvimento, trabalho e solidariedade).
- Aproveitarmos os gcm’s readaptados, (que tenham condições), que estão muitas vezes sem função específica, desprestigiados e com sua auto-estima baixa.
- Conscientizar as crianças da necessidade de preservarmos o meio ambiente e o patrimônio público.
- Alertar as crianças e os adolescentes sobre o malefício do uso de drogas (seja drogas lícitas ou ilícitas).
- Educarmos nossas crianças para o trânsito, pedestres de hoje e motoristas de amanhã. (trânsito que mata mais que muitas guerras)
- Alertar nossos jovens do perigo de se contrair uma doença grave, quando se pratica sexo sem preservativo, bem como do risco de uma gravidez indesejável.
- Prepara – las, para situações de emergências.
- Despertar nas nossas crianças o espírito de civismo, cidadania, solidariedade, companheirismo, respeito aos mais velhos, amor pela natureza, amor ao próximo e acima de tudo amor a vida.

OBJETIVO: Fazer parte da prática de um Policiamento Preventivo Comunitário e aproximar o Guarda Civil Metropolitano da comunidade, principalmente infanto – juvenil, na perspectiva de ruptura do papel socialmente construído da autoridade policial, como agente opressor, com vistas ao estabelecimento de uma relação de respeito e confiança.

Qualificação dos integrantes da equipe.

No início contávamos apenas com nossas próprias experiências de vida e com a vontade de estarmos presentes junto às crianças e aos adolescentes e passarmos a elas algo que pudesse ser de valia em seu presente e futuro. Com o passar do tempo fomos fazendo diversos cursos relativos aos temas, bem como de como lidar com as crianças e de como passar a elas de maneira atrativa.

Público alvo do Programa Criança Sob Nossa Guarda.

Crianças e adolescentes e comunidade em geral.

Local onde são realizadas as atividades.

Onde houver crianças e adolescentes, ou seja, escolas, parques, eventos, praças e etc.

Reação dos educadores, educandos e dos pais no primeiro contato com os integrantes da equipe do Programa.

No início há uma certa desconfiança e um descrédito por parte principalmente dos educadores, os educandos nos recebem com certo receio, mais isso só é até a primeira brincadeira depois é só alegria, os pais são os primeiros a reconhecer a importância da presença da Guarda Civil na escola com este tipo de trabalho.


Seleção dos guardas civis que atuam no Programa e o perfil adequado.

Primeiro o guarda civil tem que querer participar deste tipo de trabalho, não pode ser imposto, depois levando – se em consideração que este programa foi elaborado para dar aos guardas civis readaptados um trabalho que os valorize, é dada prioridade aos mesmos. O perfil necessário é gostar de crianças, ser criativo, dinâmico e saber trabalhar em equipe.
Observação: por se tratar de guardas civis READAPTADOS, temos a anuência e a autorização do Departamento de Saúde do Trabalhador – COAP/DESAT/SGP, bem como da divisão Técnica de Saúde - DTSaúde, da Guarda Civil Metropolitana.

A Guarda Civil Metropolitana possui vários outros trabalhos que se somam ao Programa, tais como: Projeto LUZ, grupo de orientação sobre prevenção ao uso indevido de drogas, Canil, Banda e Coral, bem como trabalhos em conjunto com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, no que tange a implantação de coleta seletiva e etc.

Fato marcante que ocorreu durante os trabalhos realizados.

O fato marcante são os agradecimentos e o carinho que recebemos das crianças, mais algo que me marcou bastante foi na cerimônia de formatura do Programa Criança Sob Nossa Guarda, ouvir as crianças cantando a música “Ao mestre com carinho“ para nós.





Nenhum comentário:

Postar um comentário